Saúde Integral

03/02/2014 16h49

Couve, um santo remédio

Verdura é super nutritiva e ajuda a prevenir doenças

Por Cibele Santos, nutricionista

DIRLEI DIONÍSIO/ FLICKR/ NBE
Couve

Alimento é rico em proteínas, fibras e vitamina C

A couve, chamada cientificamente Brassica oleracea L., é uma verdura que pode ser utilizada como planta medicinal, pois ajuda a combater uma série de doenças. Ingrediente indispensável da brasileiríssima feijoada e do caldo verde, que herdamos de Portugal, a couve, além de ser barata e fácil de encontrar em todo o país, oferece vários benefícios. Surpresa? A questão é que quanto mais os especialistas estudam essa verdura, mais surgem vantagens. Chega a parecer uma bula de remédio: a couve é antiinflamatória e cicatrizante. E, super importante, ajuda a fixar o cálcio nos ossos.

De onde vêm esses poderes? Dos glicosinolatos, fitoquímicos naturais que, por terem ação desintoxicante, estimulam o organismo a se livrar até mesmo das substâncias cancerígenas, além de fortalecer o sistema imunológico. A partir daí, tudo funciona melhor. Quando você coloca a verdura no prato, também se serve de uma variedade incrível de vitaminas e minerais que, combinados aos fitoquímicos, favorece a absorção dos outros nutrientes da refeição, especialmente do cálcio.

Fonte de Vitamina C

A couve é abundante em vitamina C. Você ficará surpreso ao saber que a couve tem mais vitamina C do que as laranjas. A vitamina C, sendo um dos melhores antioxidantes, reduz os radicais livres no organismo, que são as causas básicas do envelhecimento.

Assim, a couve é muito útil no tratamento de úlceras, certos cânceres, depressões, para o fortalecimento do sistema imunológico e combate à tosse e ao resfriado, cicatrização de feridas e tecidos danificados, o bom funcionamento do sistema nervoso e, assim, ajudar a curar a doença de Alzheimer, etc.

Rica em Fibra

A couve é muito rica em fibra. Assim, é um bom remédio para a prisão de ventre e problemas relacionados.

Benéfica para o cérebro

Sendo rica em iodo, ajuda no bom funcionamento do cérebro e do sistema nervoso, além de manter as glândulas endócrinas em bom estado. Assim, é boa para o cérebro e tratamento dos transtornos neuróticos como a doença de Alzheimer.

Os nutrientes presentes na couve, tais como a vitamina E, que mantém a pele, olhos e cabelos saudáveis, cálcio, magnésio, potássio, etc., são muito úteis para a saúde em geral.

Saúde gastrointestinal

As pesquisas recentes têm aumentado bastante a compreensão dos cientistas de como vegetais da família Brassica como a couve, couve-flor, brócolis, e couve de Bruxelas pode ajudar a prevenir cancro do cólon.

Quando estes vegetais são cortados, mastigados ou digeridos, um composto contendo enxofre chamado sinigrin é colocado em contato com a enzima mirosinase, resultando na libertação de glicose e produtos de degradação, incluindo compostos altamente reativos chamados isotiocianatos.

Para as mulheres

Muitas investigações têm incidido sobre os fitonutrientes benéficos na couve, particularmente o 3-carbinole (I3C), sulforafano e indóis. Estes dois compostos ativam e ajudam a estabilizar os antioxidantes do organismo e os mecanismos de desintoxicação que eliminam substâncias que podem causar câncer. I3C ajuda a melhorar a desintoxicação do estrógeno e reduz a incidência de câncer da mama.

A couve também ajuda a prevenir estrias e combater a celulite.

Previne a úlcera péptica

O Sumo de couve é extremamente eficaz no tratamento de úlceras pépticas. O alto teor de glutamina, um aminoácido que é o combustível preferido para as células do estômago e intestino delgado, é provável ser a razão pela qual o sumo de couve é eficaz na cura de úlceras.

Contra a doença de Alzheimer

Na doença de Alzheimer, um aumento da produção ou da acumulação de uma proteína chamada beta-amilóide resulta em danos cerebrais e morte da célula oxidativa (radicais livres de stress). Os antioxidantes Polifenóis abundantes na couve, em especial as antocianinas, podem proteger as células do cérebro contra os danos causados pela proteína beta-amilóide, sugere um estudo publicado em Food Science and Technology.

Modo de preparo

A couve pode ser utilizada crua, cozida ou refogada, em forma de suco ou compressa. Para preservar suas propriedades medicinais aconselha-se seu consumo cru ou cozida a vapor.

Suco de couve: bata no liquidificador 2 folhas de couve com a fruta de sua preferência. 

Informação nutricional

Componentes (quantidade por 100g de couve)

Energia    - 16 kcal
Água - 92,7 g
Proteínas - 2,2 g
Gordura - 0,2 g
Carboidratos - 1,4 g
Fibras - 2,9 g
Vitamina A - 104  mcg
Vitamina C - 44 mg
Ácido Fólico - 70 mcg
Sódio - 103 mg
Potássio - 202 mg

*Cibele Santos é nutricionista, Taróloga e Terapeuta Xamânica.

Fonte: O Mundo de Gaya – www.omundodegaya.wordpress.com

X